O que é rinite alérgica Febre dos Fenos

O que é rinite alérgica (ou Febre dos Fenos)?

A rinite sazonal, também conhecida como febre dos fenos, é uma reação alérgica que ocorre após o contacto com um alergénio, como por exemplo pólen, saliva de animais ou fungos, e cujos sintomas afetam principalmente o nariz.

Esta condição é bastante comum e em 2019 atingiu cerca de 22% da população portuguesa 1 . Mas como pode saber se sofre de rinite alérgica? E, se esse for o caso, o que precisa de saber sobre a doença? Aqui encontra as respostas a ambas as perguntas. Continue a ler!

O que é que a rinite alérgica pode causar no organismo humano?

Como mencionámos antes, a rinite alérgica afeta o seu nariz, mas a verdade é que pode também notar outros tipos de sinais, nomeadamente na sua pele, nos seus olhos ou até nos seus níveis de energia.

Os sintomas mais comuns da condição são: espirros, comichão no nariz, corrimento nasal aquoso, obstrução nasal, comichão nos olhos, tosse, dor de garganta, dor de cabeça frequente, irritações cutâneas, pele seca e fadiga.

É importante mencionar que os sintomas variam de pessoa para pessoa, que alguns ocorrem imediatamente após o contacto com o alergénio e que outros apenas se começam a notar após um período prolongado de exposição ao mesmo.

Factos e mitos sobre a rinite alérgica

Se tem notado os sintomas de que acabámos de falar, é normal que tenha várias perguntas sobre esta reação alérgica. Quão grave é? Porque a tem? É possível transmiti-la? Nós temos as respostas!

A rinite alérgica é grave?

A resposta curta a esta pergunta é: não tem de ser. Mas a verdade é que é fácil menosprezar a doença, principalmente quando os sintomas não parecem ser graves. O segredo está em ir ao médico assim que notar os sintomas que referimos. Assim, poderá ter a certeza de que é, de facto, rinite alérgica e saberá exatamente como gerir a condição.

A rinite alérgica é hereditária?

A rinite alérgica é causada por uma combinação de fatores ambientais e predisposição genética. Apesar de o primeiro ser considerado o fator mais importante, podemos dizer que existe também uma componente hereditária.

A rinite alérgica é psicossomática?

A rinite alérgica é um problema real e não algo que as nossas mentes imaginam. Dito isto, e de acordo com vários estudos 2 , existe uma relação entre certos fatores emocionais e a doença.

A rinite alérgica é contagiosa?

Não. A rinite alérgica não é causada por um vírus ou bactéria e, como tal, não é transmissível.

A rinite alérgica é uma doença crónica?

Depende. Existem dois tipos de rinite alérgica: a sazonal e a crónica, e é sobre a diferença entre ambas que vamos falar agora.

O que é a rinite alérgica sazonal?

Como o nome indica, a rinite alérgica sazonal acontece sazonalmente, visto que é causada por fatores que ocorrem apenas em certas estações do ano. Então se, por exemplo, o alergénio a que costuma reagir for o pólen das árvores, o mais provável é que os seus sintomas se agravem durante a primavera, quando as flores começam a nascer. Mas a sazonalidade não se refere apenas às estações: a sua rinite alérgica pode também depender da região onde se encontra.

A rinite alérgica sazonal é também muitas vezes acompanhada de conjuntivite.

O que é a rinite alérgica crónica?

A rinite alérgica crónica é causada por fatores que ocorrem no seu ambiente doméstico: ácaros, pelo de animais, baratas, ou outros. Visto que estes alergénios não acontecem apenas durante certas estações ou em certas regiões, os sintomas podem ocorrem em qualquer altura do ano e por longos períodos de tempo, dependendo da sua exposição aos mesmos.

A rinite alérgica crónica pode também ser uma reação severa a fatores sazonais, nomeadamente ao pólen.

Qual é o melhor medicamento para a rinite sazonal?

Existem vários tipos de tratamento para a rinite sazonal e escolher o mais indicado para si depende dos seus sintomas e da gravidade dos mesmos, mas as opções mais comuns são:

  • Anti-histamínicos – a nossa recomendação é que fale sempre com o seu médico antes de começar um tratamento medicamentoso.
  • Descongestionantes nasais, apenas como solução a curto prazo. Se um dos sintomas que o incomodam é a congestão nasal, ter um descongestionante sempre à mão poderá ser bastante útil.
  • Sprays nasais, muito eficazes para solução a curto prazo, quando os espirros são muito frequentes.
  • Gotas oftalmológicas, também como soluções a curto prazo e se fizerem sentido de acordo com os seus sintomas.
  • Imunoterapia, no caso de as suas reações alérgicas costumarem a ser bastante graves. Este tipo de terapia utiliza vacinas antialérgicas bastante eficazes e pode ser efetuada em conjunto com outras medicações anti-alérgicas.

Nota: É importante referir que tomar antibióticos não é uma forma eficiente de aliviar os sintomas da rinite alérgica.

No que toca a tratamentos da rinite alérgica, não há nada como procurar a opinião profissional de um médico. Se os sintomas de que falámos no artigo de hoje o costumam incomodar, seja sazonalmente ou durante o ano inteiro, faça uma visita ao seu médico e aprenda a gerir a doença da melhor maneira.